Lição 5 – Unidade Conjugal

0

A tirinha desta semana tem como elemento base a famosa lei da física que diz que dois corpos distintos não ocupam o mesmo local no espaço ao mesmo tempo. Apesar de o princípio da impenetrabilidade da matéria, popularizado pelo grande físico Isaac Newton, ter suas complexidades, ele está na boca do povo.

Seja em memes ou piadas, as pessoas costumam utilizar esta lei da física para fazerem ponderações até engraçadas.

No caso desta semana, a gente brinca com um possível desdém de Newton (caso ele estivesse vivo) ao ver uma menina encontrando uma alternativa divertida para afirmar que é possível sim dois corpos diferentes ocuparem um mesmo espaço.

É claro que não estamos contradizendo as leis físicas da natureza, as quais o próprio Deus criou e revelou a mentes brilhantes. Estamos apenas levando a conversa para outra esfera de interpretação. A tirinha desta semana, quer, na verdade, convidar você à reflexão sobre a unidade proposta pela sexualidade conjugal.

Se a gente analisar do ponto de vista da lógica e, principalmente biológica, realmente um filho reúne em sua carne as características hereditárias tanto do pai como da mãe. Olhando dessa perspectiva, a garota não está errada ao dizer que a unidade conjugal dos seus progenitores faz com ela carregue um pedaço deles em sua própria carne e existência, afinal: “os dois se tornarão uma só carne’. Assim, eles já não são dois, mas sim uma só carne” (Marcos 10:8). A união da carne do pai mais a união da carne da mãe se fundem e se estendem na carne da prole.

Contudo, seja para os casais que optaram por ter filhos ou aqueles que não optaram, o que Deus quer nos dizer é que Ele entende tudo sobre unidade, afinal Ele mesmo é triuno.

Sendo assim, o conceito da sexualidade conjugal é muito mais profundo do que a gente tende a imaginar. É por isso que o que os casais (com ou sem filhos) precisam, o que as famílias precisam, o que o mundo precisa não é apenas de unidade. O que todos nós precisamos é de unidade sob a guia divina.

Compartilhar.

Sobre o autor

Avatar

Jornalista, editora da ComTexto. Mestre em ciência e pós-graduada em Teologia

Deixe um comentário