Lição 6 – A parte mais perigosa do corpo

2

A tirinha desta semana é bastante provocativa porque dificilmente não nos identificaremos com ela. E apesar de “falar mal dos outros” ser uma prática comum, costumamos encontrar uma porção de argumentos que justificam nossa língua afiada.
Somos impetuosos com aqueles “pecados” que consideramos mais sérios, mas trazemos para dentro da nossa casa e da nossa rotina a maledicência como se fosse algo de menor importância.
O problema é que quando o jogo se inverte, nossa reação imediata é ficar magoado e ofendido. Podemos falar dos outros, mas não queremos que falem de nós. Nosso rigor não é o mesmo quando o foco muda de lugar. Mas, a verdade, minha gente, é que todo mundo fala de todo mundo.
Justamente por isso, Tiago precisou separar tempo para nos orientar nesse sentido. E mais: a Lição desta semana inteira tem por objetivo ajudar você a repensar o uso da fala. Isso porque não adianta discursar sobre o amor, mas usar sua liberdade de expressão para atacar quem pensa diferente de você. Isso porque terminar uma frase reconhecendo a própria incapacidade de julgar uma situação não tira a responsabilidade daquilo que já foi maldosamente dito.
Que nossa mensagem seja sempre para a edificação. De que modo? Comenta aí!

Compartilhar.

Sobre o autor

Avatar

Jornalista, editora da ComTexto. Mestre em ciência e pós-graduada em Teologia

2 Comentários

  1. Avatar

    Perdemos tempo tecendo comentários dos quais não nos fazem crescer espiritualmente, mas por causa do pecado insistimos em praticar. Com isso o espírito de Deus nos impacta com dureza em Mateus 7:1-5. Que Deus nos ajude a enxergar e retirar a viga que existe em nossos olhos.

  2. Avatar

    É um processo tão comum que se tornou banal pra quem já pratica. Thiago nos leva a reflexões diárias de como evitar, propagar e praticar esses desconcertos que insistem em viver no nosso meio. Eu sempre questiono a minha fala e pergunto a Deus, isso vai contribuir? Vai edificar? Quem sou eu na fila do pão? Eu pertenço a Deus e não sou melhor que ninguém, reconhecer nossa pequenez e com humildade , vamos aprimorando esses erros a cada dia, ainda que inclinados ao pecado, Deus vai nos aperfeiçoando se assim quisermos mudar.

Deixe um comentário