Lição 13 – O Messias está vindo!

0

Chegamos à última tirinha deste trimestre com mais um grande apontamento de Deuteronômio: o Messias virá! Não sei quanto a você, mas para mim foi uma grata surpresa descobrir que esse livro realmente escondia muito mais riquezas do que poderíamos imaginar.

E ele termina abordando a maior esperança para a humanidade, ou seja, a vinda do Libertador. Porém, se, por um lado, ninguém questiona a existência do homem Jesus, ainda hoje há quem duvide do significado de Sua missão.

Além dos judeus que não creem que o carpinteiro Jesus era, de fato, o Messias, outras pessoas questionam a validade de tal atribuição. Diante disso, a tirinha praticamente elabora uma reflexão paralela ao trilema de C. S. Lews: Jesus – lunático, mentiroso ou Senhor?

Ao longo dos séculos, teólogos, dramaturgos, historiadores e muitas outras categorias de estudiosos sempre se perguntaram isso. Afinal, quem, em sã consciência, se autoproclamaria Deus em uma sociedade completamente religiosa e marcada por se considerar divinamente escolhida? Já imaginou todas as implicações desse posicionamento?

Por outro lado, ao ser minuciosamente analisada a vida de Jesus, fica bastante evidente a impossibilidade humana da criação de um personagem tão fantástico e fora das ambições humanas. Os melhores deuses que a mitologia grega conseguiu criar tinham os mesmos traços de caráter da humanidade. Contudo, Jesus foge de qualquer resquício pecaminoso tão inerente a nós.

Sendo assim, Jesus só pode ser Quem disse ser, isto é, Emanuel – Deus conosco!

Compartilhar.

Sobre o autor

Avatar

Jornalista, editora da ComTexto. Mestre em ciência e pós-graduada em Teologia

Deixe um comentário