Abraão e a fé

0

Você deve ter acompanhado o sucesso do meme: “É verdade esse bilhete”. O meme traz dizeres intencionalmente escritos com a grafia errada, cuja ideia é “desmentir” algo que tenha sido dito de uma maneira irônica e divertida.

Na tirinha desta semana, aplicamos o mesmo conceito, ou seja, os dois bilhetes dos dois primeiros quadros estão dizendo coisas que não condizem com a verdade bíblica.

Entenda: Somos salvos única e exclusivamente pelo sacrifício de Jesus. Jesus é o bilhete premiado que nos dá acesso ao Céu. Dessa perspectiva, a sua salvação jamais dependerá de você. Então, o meu estilo de vida não tem importância?

Na verdade, as nossas obras não nos levam ao Céu, mas podem nos tirar dele. Como assim? Nos dias de hoje, em que temos muita dificuldade para definir pecado e santificação, temos a tendência de “passar um pano” sobre muitas coisas.

Esquecem-nos da poderosa orientação paulina de que “”Tudo me é permitido”, mas nem tudo convém. “Tudo me é permitido”, mas eu não deixarei que nada domine” (1 Coríntios 6:12). Muitas vezes ficamos apenas com a primeira parte do verso “tudo é permitido ou tudo é lícito” e deixamos de lado o cerne do pensamento que se encontra no restante do verso e do capítulo.

Com isso, quero dizer que é Deus quem nos salva. Não há nada, absolutamente nada, que nos recomende ao Céu, a não ser o sacrifício substitutivo de Jesus. Se assim cremos, somos justificados pela fé. Foi Ele quem bravamente lutou e luta por nós. É Ele quem começou e finalizará a boa obra em nossa vida.

No entanto, não podemos negar que “Se alguém está em Cristo nova criatura é” (2 Coríntios 5:17). Nesse sentido, temos uma parte no que diz respeito à nossa salvação. A coerência cristã está em viver de acordo com o conhecimento adquirido, não de forma legalista, mas pelo princípio do amor.

A reflexão da tirinha está no fato de que os cristãos, no que diz respeito à própria salvação, devem desenvolver a chamada fé operante, que é a junção da fé no mérito de Cristo para salvar mais uma vida renovada todos os dias pelo Espírito Santo.

Dizer que a sua salvação só depende de você é tão errado quanto dizer que você não tem papel nenhum no desenrolar da sua salvação e no grande conflito!

Compartilhar.

Sobre o autor

Avatar

Jornalista, editora da ComTexto. Mestre em ciência e pós-graduada em Teologia

Deixe um comentário