O evangelho de Moisés

1

Alguns “memes” espalhados pelas redes sociais podem ter um fundo mais sério do que a gente imagina. Esse é o caso da expressão “Não sou obrigada”. Quem imaginaria que esta forma irônica de deixar claro determinado posicionamento teria como pano de fundo a Constituição Federal. Sim, é isso mesmo!

Se a gente for até o Artigo 5º, II (um dos mais importantes no que diz respeito a direitos e garantias fundamentais do cidadão) diz: “Ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei”.

Quando o meme “não sou obrigada” surgiu, não foi coincidência, mas sim, uma referência, ao que diz o texto constitucional. E a parte bem-humorada do meme é exatamente esta: se não é uma exigência legal, eu me reservo o direito de não ser obrigado.

Quando partimos para a tirinha desta semana, a ouvinte, fazendo uso de seu direito constitucional, se recusa a concordar com uma pregação equivocada sobre as alianças.

O orador está tratando a antiga aliança como algo ruim e sem nenhuma relevância para o presente. Por outro lado, ele coloca a nova aliança como a única capaz de veicular amor.
Sim, não somos obrigados a concordar com isso. A Bíblia nos ensina que ambas as alianças ainda têm sua importância e que elas fazem parte de um só propósito: a salvação da humanidade.

A antiga aliança não era apenas lei. E a nova aliança não é apenas graça. É muito superficial resumir o relacionamento de Deus conosco de modo tão fragmentado. Sendo assim, “não somos obrigados”.

Compartilhar.

Sobre o autor

Avatar

Jornalista, editora da ComTexto. Mestre em ciência e pós-graduada em Teologia

1 comentário

  1. Avatar
    Lucas dos Santos Nunes em

    Muito esclarecedora essa lição com respeito à ênfase que se deve dar para o antigo testamento para nossos irmãos que dizem que, a lei de Moisés foi abolida. Inclusive queria parabenizar a todos vocês, pelo fato de que com os textos bíblicos para analisar vi que não há diferença da forma que Deus nos trata, (salmos 103) e muitas pessoas tem uma imagem manchada, de um Deus autoritário quando se fala em alianças, dizendo eles que a nova aliança em seus (argumentos deles) argumentos, subverteu a velha e que agora não e mais válida. Porém ao contrário disto vemos que Deus sempre veio atrás das pessoas que no antigo testamento que eram teimosas, o problema nunca foi Deus, mas as pessoas que quebravam a aliança, provando então que Deus realmente no antigo testamento é um Deus de amor, pois Ele não precisa de nós pecadores pra nada, porém do mesmo jeito que ele fez com Adão e Eva no Edem, Ele continua fazendo conosco mediante aos séculos afim de nos salvar.

Deixe um comentário