Lição 5 – O Doador do Descanso

0

Descanso. Quem não gosta dessa palavra e do que ela representa? Como é bom poder esticar o corpo em uma cama macia no fim de um dia de atividades! Como é agradável a chegada do fim de semana, depois de dias atarefados! E as férias? Muito desejadas após longos meses de labuta. Hebreus capítulo 4 fala de descanso, mas não meramente o descanso físico necessário ao nosso corpo neste mundo de canseira. Paulo fala de um descanso ainda mais importante e alentador, que podemos e devemos desfrutar agora e, principalmente, na eternidade: o descanso de andar com Deus e ter na mente e no coração a paz que vem de Jesus Cristo. Se fizermos isso ao longo da vida, poderemos, enfim, descansar na verdadeira Terra prometida.

Paulo usa como símbolo e lembrete desse descanso o santo sábado do sétimo dia, o quarto mandamento da lei de Deus. Quando guardamos o sábado a cada semana após o pôr do sol da sexta-feira, estamos nos lembrando da criação da vida neste planeta e do poder de Deus – por isso chamados o sábado de memorial da criação. Quando observamos as horas sabáticas, também estamos fortalecendo nossa relação com Jesus e, igualmente, nossa esperança de em breve viver para sempre na companhia Dele. Assim, o sábado aponta para o passado, enche de significado o presente e fortalece a esperança futura.

Você já entrou no descanso de Deus?

Compartilhar.

Sobre o autor

Avatar

Pastor, jornalista, editor da revista Vida e Saúde e editor associado da ComTexto

Deixe um comentário