Lição 12 – Além da Sexualidade

0

Os autores bíblicos inspirados pelo Espírito Santo encaram o sexo de maneira séria e natural. Basta ler a descrição da intimidade sexual em Cantares, Gênesis, Provérbios e nas cartas de Paulo, por exemplo. A sexualidade humana é tão importante, que, do ponto de vista positivo, é usada para representar o grau de intimidade relacional que Deus quer ter com Seu povo, Sua igreja (a esposa); por outro lado, do ponto de vista negativo, a infidelidade e a depravação sexual são usadas para simbolizar a idolatria e o desprezo pela verdade, pelos princípios e pelo caminho revelados por Deus (o esposo).

Mesmo quando a “esposa” se afasta e começa a flertar e até adulterar com outros “homens”, o marido-Deus vai em busca dela, como fica evidente na dramática e ilustrativa história do profeta Oseias e sua esposa Gomer. Deus faz de tudo para ter a amada perto de Si, em uma relação de fidelidade irrestrita. Até porque Ele sabe que isso é o melhor para ela.

O próprio fato de Deus usar conceitos como casamento, fidelidade, sexualidade, etc. mostra quão importantes e especiais eles são aos olhos Dele. Façamos o nosso melhor para manter viva nossa relação com o Criador, nosso Pai celestial, e (no caso dos casados) com o cônjuge. Nos dois casos, o diálogo, a amizade, a convivência estão na base de tudo.

Compartilhar.

Sobre o autor

Avatar

Pastor, jornalista, editor da revista Vida e Saúde e editor associado da ComTexto

Deixe um comentário