Definindo a Nova Aliança

2

Outra expressão bastante usual nas redes sociais é: “e isso surpreende a um número zero de pessoas”. Normalmente, ela significa “eu já sabia”, mas dito de um modo mais irônico. Decepções, segredos revelados, por exemplo, podem ser acompanhados da referida frase. No caso da tirinha desta semana, ela quis dizer que é sabido que existem muitas as distorções em cima do tema da aliança.

O mundo cristão tende a anular a chamada “antiga aliança” ou a aliança do Sinai, enquanto faze um tipo de releitura dos preceitos divinos com base na aliança firmada por Jesus a partir do calvário. Entre uma e outra aliança surgem incontáveis derivações interpretativas que podem chegar a ser, inclusive, antibíblicas.

É por isso que se você perguntar a 100 cristãos diferentes de 100 denominações cristãs diferentes, você certamente ouvirá um número absurdo de explicações que diferem entre si. Sendo assim, a tirinha desta semana, conclui que essa realidade – a difusão de distorções sobre as alianças –, surpreende a zero pessoas, isto é, já não surpreende a ninguém.

Apesar de a expressão fazer parte do universo descontraído dos memes, o assunto é muito mais que sério. O nosso entendimento sobre a relação entre a nova e a antiga aliança pode mudar radicalmente nosso cristianismo.

Compartilhar.

Sobre o autor

Avatar

Jornalista, editora da ComTexto. Mestre em ciência e pós-graduada em Teologia

2 Comentários

Deixe um comentário